Páginas

domingo, 6 de julho de 2014

MINISTÉRIO DA PALAVRA: OS MINISTROS EM 2 TIMÓTEO ( PARTE 1)




Amém amados irmãos, nos artigos passado falamos sobre os ministros em 1 Timóteo, agora vamos ver um pouco das orientações aos ministros em 2 Timóteo. Que o Senhor abra nosso coração e nosso espírito para entender e viver na prática as suas palavras, que sejamos submissos à cabeça que é Cristo e á direção do Espírito Santo para a edificação de Deus nesta terra.


SERVIR COM A CONSCIÊNCIA PURA

Em 2 Timóteo 1: 3 Paulo diz: "Dou graças a Deus, a quem,desde os meus antepassados,sirvo com a consciência pura". No livro de segunda Timóteo a primeira coisa que vemos é a necessidade de servir o Senhor com a consciência pura. Nós temos duas definições para servir com a consciência pura. Uma é servir com consciência tranquila, limpa, irrepreensível. A outra é servir sem segundas intenções.

Em Atos 24:16 Paulo diz que se esforçava para ter sempre consciência pura diante de Deus e dos homens.Isto significa que ele queria ter uma consciência limpa, tranquila com Deus e com os homens. Isso se da por ter um viver irrepreensível. Em nossas atitudes palavras e pensamentos precisamos fazer o que agrada a Deus e aquilo que é justo aos Seus olhos. Mais mesmo assim somos ainda muito falhos, cometemos erros e ofendemos as pessoas. Muitas vezes até mesmo quando ministramos a palavra de Deus, uma vez ou outra, dependendo da nossa condição, podemos ofender alguém. Qual é o caminho então? O caminho é o arrependimento e a aplicação do sangue de Cristo que sempre nos purifica. Os que ministram a palavra precisam estar constantemente em comunhão com o sangue do Cordeiro, pois, se nossa consciência nos acusar, dificilmente faremos a obra de Deus adequadamente.

O segundo ponto sobre servir com a consciência pura, é servir o Senhor sem segundas intenções. Nem todos os que servem o Senhor,nem todos os que pregam Cristo, o faz para o Senhor. Muitos servem o Senhor para beneficio próprio, por dinheiro, por posição social. Acontece de muitas vezes pregar a si mesmo,as suas ideias, as suas "verdades", dizendo ser a vontade de Deus. Isto é muito perigoso, pois tais pessoas não estão puros diante do Senhor. Filipenses 1:15 diz: "Alguns.efetivamente,proclama a Cristo por inveja e porfia." Alguns na época de Paulo também pregava Cristo, mais não por causa de Cristo, sua obra,sua igreja ou seu reino. Servia por inveja, pois queria ser igual os apóstolos. Que não sejamos estes que servem o Senhor com segunda intenções, nem procurando fazer nossa vontade, pois isso é condenável e somente prova que de fato não somos servos do Senhor.

TER ESPÍRITO DE PODER

O próximo item é o fato de que precisamos de espírito de poder para servir o Senhor e ministrar adequadamente a palavra edificando assim os irmãos. em 2 Timóteo 1: 7 diz: "Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia,mais de poder." O espírito mencionado aqui é o espírito humano.o Senhor tem nos dado espírito de poder para cumprir nessa terra a sua vontade, se plano. Mais o que de fato é poder? Poder é a expressão da autoridade de Deus. Tudo nesse universo está sujeito a autoridade de Deus, até mesmo o inimigo está sujeito. Ter poder é ter a expressão da autoridade de Deus, em outras palavras, é  ter a autoridade de Deus manifestada através de nós. Como sabemos, nosso espírito é a habitação do Espírito de Deus ( 1 Coríntios 3:16), e é por meio de nosso espírito que o Senhor age.

Mais como podemos ter a expressão da autoridade de Deus? Como podemos ter um espírito de poder por onde o Espírito de Deus flui? Se queremos expressar a autoridade de Deus, primeiramente precisamos aprender a nos submeter a autoridade de Deus. É impossível alguém que não se submete a autoridade de Deus expressar seu poder. Para sermos submissos, precisamos aprender a negar a nós mesmo, ou seja, negar nossas vontade, nossas emoções,trazer nossos pensamentos cativos a Cristo ( 2 Coríntios 10:5). Não apenas precisamos nos submeter a autoridade direta de Deus como também precisamos nos submeter às autoridades representativas de Deus na igreja. Hoje em dia é muito difícil falar dessa questão, pois muitas coisas que vemos na igreja hoje não condiz com a igreja mostrada na Bíblia. Nem mesmo a autoridade é vista hoje da forma que é vista na Bíblia. Hoje autoridade está relacionado a título,posição, enquanto na Bíblia, todos, sem exceção, exercia a autoridade de Deus. Mais como os irmãos sabia a quem tinham que se submeter? Tudo dependia da direção do Espírito de Deus,da  necessidade e situação dos irmãos,da igreja e da obra. Por isso hoje precisamos estar em total comunhão com o Espírito, para reconhecermos suas autoridades na igreja.

Além de ser submissos a autoridade de Deus,precisamos estar debaixo do direcionar da cabeça da igreja que é Cristo. Se não faço as coisas debaixo da direção da cabeça da igreja, não haverá expressão da autoridade e não haverá poder.

TER BOM DEPÓSITO

Em 2 Timóteo 1:14 diz: "Guarda o bom depósito,mediante o Espírito Santo que habita em vós". Paulo orienta a Timóteo para guardar o bom deposito. O bom depósito são as sãs palavras mencionadas no versículo 13. De forma mais clara, o bom depósito é a constituição da palavra de Deus em nós. Os que Ministram precisam estar constituídos com a palavra de Deus, estar totalmente cheios. 

Ser constituído é diferente de temos conhecimento. Alguém pode ter muito conhecimento porém pode não estar constituído da palavra. Ser constituído dá a ideia de sermos permeados com a palavra de Deus, "encharcados" por ela. Por meio da prática e do viver e experiência com a palavra de Deus somos cada dia permeados por ela, assim teremos um bom depósito para socorrer os demais irmãos com o Espírito e Vida por meio da palavra.

Esse bom depósito se dá pelo Espírito Santo. Por isso precisamos aprender a exercitar nosso espírito, onde o Espírito de Deus habita para recebermos a palavra como vida e não simplesmente como conhecimento. Em 1 Coríntios 2:14 diz que o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus e não entende porque elas se discerne espiritualmente.  Se quisermos discernir, e receber a vida por meio da palavra, precisamos então tomá-la no Espírito.

FORTIFICADO NA GRAÇA

No capítulo 2 versículo 1 diz: "Tu pois,filho meu,fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus". Além de termos um bom, depósito da palavra de Deus,precisamos estar fortificados na graça em Cristo Jesus. Graça é a provisão da vida divina que está em Cristo o qual podemos recebê-la e desfrutá-la quando tocamos e vivemos no Senhor. Em João 1:4 diz que a vida estava Nele e a vida era a luz dos homens. No capítulo 10 o Senhor disse que veio para dar vida. É essa vida que nos fortifica, e é por meio dessa vida que a palavra ministrada torna real nos irmãos edificando a igreja. 

Na verdade sem vida toda a obra do Senhor se torna sem sentido. Pois a igreja é algo de vida. A edificação do Corpo, o aperfeiçoamento dos irmãos, a transformação no crente é por meio da vida. O crente não é transformados por obedecer a regras exteriores, mais por meio da vida de Deus ser trabalhada nele. A igreja não é edificada por meio de ensinamentos da Bíblia nem de ensinamentos sobre  Cristo nem de como devem proceder,comer,vestir ou andar, ela é edificada quando a vida de Deus é vivida,trabalhada e manifestada na igreja. Essa é a verdadeira graça; A vida de Deus sendo dispensada a nós por meio de Cristo Jesus. 

Quem ministra a palavra deve estar totalmente cheio dessa vida tão preciosa. Ao ministrar a palavra precisa se preocupar em levar vida aos que ouvem a palavra, pois de outra forma, sua palavra será em vão, não terá resultado. Hoje em dia as pessoas se preocupam mais em dar sermões, em ensinar, em dar regras de conduta, em repreender, mais se esquecem de ministrar vida aos irmãos, com isso temos uma igreja cheia de conhecimento e doutrinas, mais carente de vida, quase morta. Amados, esse é o motivo pela qual hoje a igreja de Deus praticamente não causa nenhum efeito na terra. Olhem a igreja em Atos e olhem a igreja hoje, quanta diferença há com relação a tudo, principalmente com relação à obra. Porque a igreja em Atos era tão prevalecente? Porque a pregação do evangelho dava resultado extraordinário? Simplesmente porque a igreja era cheia de vida e em contra partida,tinha pouco conhecimento,pois a maioria dos apóstolos nem mesmo sabiam ler ou escrever. Devemos preocupar menos em ministrar doutrinas em conhecimento teológico e nos preocupar mais em ministrar vida aos irmãos.

Jesus é nosso Senhor

Alzemendes Vieira

4 comentários:

  1. Parabéns, um abençoado texto!
    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado irmã. o senhor também abençoe você

      Excluir
  2. Paz ....
    Que Deus seja glorificado através desse blog e que o Senhor venha te usar cada vez mais!
    Abraço ....
    www.palavradiariadevida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amado irmão, que o Senhor venha usar toda a sua igreja para o cumprimento do seu propósito nest aterra.

      Excluir